Cozinha Típica
17 de Dezembro 2017
Você está em home/materia
Carregando Busca....
Cachaças

As branquinhas que conquistam o Brasil

A carta de cachaças do Brasileirinho é caprichada. Além de saborosa e diversifica, o restauranteur Leo Braga apresenta uma carta com fartas opções da branquinha, que proporcionam uma verdadeira viagem de sabores pelo Brasil.

Entre as “marvada”, está a Seleta, uma cachaça da região Salinas que é armazenada em tonéis de umburana da fazenda Olaria em Minas Gerais. Tem também a Canarinho, uma cachaça da região de Salinas, fabricada e engarrafada por Noel Santiago Soares na fazenda Olinda em Salinas, Minas Gerais, a Bento Velho, cachaça de alambique desde 1993 produzida em Conceição do Mato de Dentro em Minas Gerais e a Santa Grau, produzida artesanalmente em Paraty-RJ. A pedida certa para os apaixonados por uma cachaça cheirosa e de sabor intenso.

Algumas curiosidades sobre a cachaça:

1- A cachaça é a segunda bebida mais consumida no Brasil, perde apenas para a cerveja, No mundo, é a terceira mais consumida.

2- Quem trouxe a cana-de-açúcar para o Brasil foram os portugueses durante o período colonial.

3- São mais de 5 mil marcas de cachaça no Brasil e elas têm milhões apelidos... Entre eles estão: marvada, abençoada, branquinha, água que passarinho não bebe, quero-mais, arrebenta-peito, azarenta; mé, cheirosinha, sossega-leão, carinhosa, enrola-chifre, mata-o-velho, tira-frio, virgem-afamada e xixi de anjo.

4- A cachaça artesanal vem se transformando em um produto nobre, concorrendo com os demais destilados do mundo.

5- Ao ser exportada, a cachaça ganha outros nomes como Sugar Cane Brandy, nos estados Unidos, Eau De Vie na França e Schnaps na Alemanha. 

Restaurante
Brasileirinho
Casa da Feijoada
Azul Marinho
Brasileirinho
Parceiros
Cozinha Típica 2011 Todos os Direitos Reservados